• O Santo Escapulário do Carmo
No dia 16 de julho, há 750 anos, o mais extraordinário penhor de salvação jamais d ado ao homem - o Escapulário do Carmo - era entregue a São Simão Stock.
Por isso, os carmelitanos declararam 2001 "Ano Mariano" para toda a Ordem.
Certo dia, que já vai longe, andando pelas ruas de Roma, encontraram-se três insignes homens de Deus.
Um era Frei Domingos de Gusmão, que recrutava membros para a Ordem que fundara, a dos Pregadores, mais tarde conhecida como dos "dominicanos".
Outro era o Irmão Francisco de Assis, o Poverello, que havia pouco reunira alguns homens para servir ao que chamava a Dama Pobreza...
O terceiro, Frei Ângelo, tinha vindo de longe, do Monte Carmelo, na Palestina, chamado a Roma como grande pregador que era.
Os três, iluminados pelo Divino Espírito Santo, reconheceram-se mutuamente, e no decurso da conversa fizeram muitas profecias.
Santo Ângelo, por exemplo, predisse os estigmas que seriam concedidos por Deus a São Francisco.
E São Domingos profetizou: "Um dia, Irmão Ângelo, a Santíssima Virgem dará à tua Ordem do Carmo uma devoção que será conhecida pelo nome de Escapulário Castanho, e dará à minha Ordem dos Pregadores uma devoção que se chamará Rosário.
E um dia Ela salvará o mundo por meio do Rosário e do Escapulário".
No lugar desse encontro construiu-se uma capela, que existe até hoje em Roma.
Mãe e esplendor do Carmelo
Foi no celebrado Monte Carmelo, no litoral palestino, que o Profeta de fogo, Santo Elias, viu a nuvenzinha que, num período de grande seca, prenunciava a chuva redentora que cairia sobre a terra ressequida.
Por uma intuição sobrenatural, soube que essa simples nuvem, com forma de uma pegada humana, simbolizava aquela mulher bendita, predita depois pelo Profeta Isaías ("Eis que uma virgem conceberá e dará à luz um filho"), que seria a Mãe do Redentor.
Do seu seio virginal sairia Aquele que, lavando com seu sangue a terra ressequida pelo pecado, abriria aos homens a vida da graça.
Dos seguidores de Elias e seus continuadores, de acordo com a tradição, nasceu a Ordem do Carmo, da qual Maria Santíssima é a Mãe e esplendor, segundo as palavras também de Isaías "A glória do Líbano lhe será dada, o esplendor do Carmelo e de Saron" (Is 35, 2).
Da Palestina, os eremitas do Monte Carmelo passaram para a Europa, radicando-se em vários países, entre eles a Inglaterra, onde vivia São Simão Stock.
São Simão Stock: nobre e santo
Simão nasceu no ano de 1165 no castelo de Harford, no condado de Kent, Inglaterra, em atenção às preces de seus piedosos pais, que uniam a mais alta nobreza à virtude.
Alguns escritores julgam mesmo que tinham parentesco com a família real.
Sua mãe consagrou-o à Santíssima Virgem desde antes de nascer.
Em reconhecimento a Ela pelo feliz parto, e para pedir sua especial proteção para o filhinho, a jovem mãe, antes de o amamentar, oferecia-o à Virgem, rezando de joelhos uma Ave-Maria. Bela atitude de uma senhora altamente nobre!
O menino aprendeu a ler com pouquíssima idade.
A exemplo de seus pais, começou a rezar o Pequeno Ofício da Santíssima Virgem, e logo também o Saltério.
Esse verdadeiro pequeno gênio, aos sete anos de idade iniciou o estudo das Belas Artes no Colégio de Oxford, com tanto sucesso que surpreendeu os professores.
Foi também nessa época admitido à Mesa Eucarística, e consagrou sua virgindade à Santíssima Virgem.
Perseguido pela inveja do irmão mais velho, e atendendo a uma voz interior que lhe inspirava o desejo de abandonar o mundo, deixou o lar paterno aos 12 anos, encontrando refúgio numa floresta onde viveu inteiramente isolado durante 20 anos, em oração e penitência.
A Ordem Carmelitana
Nossa Senhora revelou-lhe então seu desejo de que ele se juntasse a certos monges que viriam do Monte Carmelo, na Palestina, à Inglaterra, "sobretudo porque aqueles religiosos estavam consagrados de um modo especial à Mãe de Deus".
Simão saiu de sua solidão e, obedecendo também a uma ordem do Céu, estudou teologia, recebendo as sagradas ordens.
Dedicou-se à pregação, até que finalmente chegaram dois frades carmelitas no ano de 1213.
Ele pôde então receber o hábito da Ordem, em Aylesford.
Em 1215, tendo chegado aos ouvidos de São Brocardo, Geral latino do Carmo, a fama das virtudes de Simão, quis tê-lo como coadjutor na direção da Ordem; em 1226, nomeou-o Vigário-Geral de todas as províncias européias.
São Simão teve que enfrentar uma verdadeira tormenta contra os carmelitas na Europa, suscitada pelo demônio através de homens ditos zelosos pelas leis da Igreja, os quais queriam a todo custo suprimir a Ordem sob vários pretextos.
Mas o Sumo Pontífice, mediante uma bula, declarou legítima e conforme aos decretos de Latrão a existência legal da Ordem dos Carmelitas, e a autorizou a continuar suas fundações na Europa.
São Simão participou do Capítulo Geral da Ordem na Terra Santa, em 1237.
Em um novo Capítulo, em 1245, foi eleito 6° Prior-Geral dos Carmelitas.
A Grande Promessa: não irás para o fogo do inferno
Se a bula papal aplacara momentaneamente o furor dos inimigos do Carmelo, não o fizera cessar de todo.
Depois de um período de calmaria, as perseguições recomeçaram com mais intensidade.
Carente de auxílio humano, São Simão recorria à Virgem Santíssima com toda a amargura de seu coração, pedindo-Lhe que fosse propícia à sua Ordem, tão provada, e que desse um sinal de sua aliança com ela.
Na manhã do dia 16 de julho de 1251, suplicava com maior empenho à Mãe do Carmelo sua proteção, recitando a bela oração por ele composta, Flor Carmelis.
Segundo ele próprio relatou ao Pe. Pedro Swayngton, seu secretário e confessor, de repente "a Virgem me apareceu em grande cortejo, e, tendo na mão o hábito da Ordem, disse-me:
"'Recebe, diletíssimo filho, este Escapulário de tua Ordem como sinal distintivo e a marca do privilégio que eu obtive para ti e para todos os filhos do Carmelo; é um sinal de salvação, uma salvaguarda nos perigos, aliança de paz e de uma proteção sempiterna.
Quem morrer revestido com ele será preservado do fogo eterno'".
Essa graça especialíssima foi imediatamente difundida nos lugares onde os carmelitas estavam estabelecidos, e autenticada por muitos milagres que, ocorrendo por toda parte, fizeram calar os adversários dos Irmãos da Santíssima Virgem do Monte Carmelo.
São Simão atingiu extrema velhice e altíssima santidade, operando inúmeros milagres, tendo também obtido o dom das línguas; entregou sua alma a Deus em 16 de maio de 1265.
Privilégio Sabatino: livre do Purgatório no primeiro sábado após a morte
Além dessa graça específica da salvação eterna, ligada ao Escapulário, Nossa Senhora concedeu outra, que ficou conhecida como privilégio sabatino.
No século seguinte, apareceu Ela ao Papa João XXII, a 3 de março de 1322, comunicando àqueles que usarem seu Escapulário:
"Eu, sua Mãe, baixarei graciosamente ao purgatório no sábado seguinte à sua morte, e os levarei daquelas penas e os levarei ao monte santo da vida eterna" .
Quais são, então, as promessas específicas de Nossa Senhora?
1º. Quem morrer com o Escapulário não padecerá o fogo do inferno.
Que desejava Nossa Senhora dizer com estas palavras?- Em primeiro lugar, ao fazer a sua promessa, Maria não quer dizer que uma pessoa que morra em pecado mortal se salvará.
A morte em pecado mortal e a condenação são uma e a mesma coisa.
A promessa de Maria traduz-se, sem dúvida, por estas outras palavras:
"Quem morrer revestido do Escapulário, não morrerá em pecado mortal".
Para tornar isto claro, a Igreja insere, muitas vezes, a palavra "piamente" na promessa: "aquele que morrer piamente não padecerá do fogo do inferno" .
2º. Nossa Senhora livrará do Purgatório quem portar seu Escapulário, no primeiro sábado após sua morte.
Embora freqüentemente se interprete este privilégio ao pé da letra, isto é, que a pessoa será livre do Purgatório no primeiro sábado após sua morte, "tudo que a Igreja, para explicar estas palavras, tem dito oficialmente em várias ocasiões, é que aqueles que cumprem as condições do Privilégio Sabatino serão, por intercessão de Nossa Senhora, libertos do Purgatório pouco tempo depois da morte, e especialmente no sábado" . De qualquer modo, se formos fiéis em observar as palavras da Virgem Santíssima, Ela será muito mais fiel em observar as suas, como nos mostra o seguinte exemplo:
Durante umas missões, tocado pela graça divina, certo jovem deixou a má vida e recebeu o Escapulário.
Tempos depois recaiu nos costumes desregrados, e de mau tornou-se pior. Mas, apesar disso, conservou o santo Escapulário.
A Virgem Santíssima, sempre Mãe, atingiu-o com grave enfermidade. Durante ela, o jovem viu-se em sonhos diante do justíssimo tribunal de Deus, que devido às suas perfídias e má vida, o condenou à eterna danação.
Em vão o infeliz alegou ao Sumo Juiz que portava o Escapulário de sua Mãe Santíssima.
- E onde estão os costumes que correspondem a esse Escapulário? - perguntou-lhe Este.
Sem saber o que responder, o desditoso voltou-se então para Nossa Senhora.
- Eu não posso desfazer o que meu Filho já fez - respondeu-lhe Ela.
- Mas, Senhora! - exclamou o jovem - Serei outro.
- Tu me prometes?
- Sim.
- Pois então vive.
Nesse momento o doente despertou, apavorado com o que vira e ouvira, fazendo votos de portar doravante mais seriamente o Escapulário de Maria.
Com efeito, sarou e entrou para a Ordem dos Premonstratenses.
Depois de vida edificante, entregou sua alma a Deus.
Assim narram as crônicas dessa Ordem.


O Escapulário e Fátima
Tem o Escapulário alguma relação com Fátima?
Sim. Após a última aparição de Nossa Senhora na Cova da Iria, surgiram aos olhos dos três videntes diversas cenas.
Na primeira, ao lado de São José e tendo o Menino Jesus ao colo, Ela apareceu como Nossa Senhora do Rosário.
Em seguida, junto a Nosso Senhor acabrunhado de dores a caminho do Calvário, surgiu como Nossa Senhora das Dores.
Finalmente, gloriosa, coroada como Rainha do Céu e da Terra, a Santíssima Virgem apareceu como Nossa Senhora do Carmo, tendo o Escapulário à mão.
- Que pensa da razão por que Nossa Senhora apareceu com o Escapulário nesta última visão? - perguntaram a Lúcia em 1950.
- É que Nossa Senhora quer que todos usem o Escapulário - respondeu ela.
"E é por este motivo que o Rosário e o Escapulário, os dois sacramentais marianos mais privilegiados, mais universais, mais antigos e mais valiosos, adquirem hoje uma importância maior do que em nenhuma passada época da História".
• Santo Elias
Santo Elias, o Profeta de fogo, segundo a tradição, dos seguidores desse grande Profeta nasceu a Ordem do Carmo.
"Verdadeiramente ígnea [incandescente] foi a sua mente, ígnea a sua palavra, ígnea a sua mão, com que converteu Israel".
O Profeta que foi arrebatado ao céu por um carro de fogo para voltar à Terra no fim do mundo.
A história da humanidade tem seu centro na história da salvação.
Seu eixo consubstancia-se na luta entre o bem e o mal, entre os filhos da luz e os filhos das trevas, entre os que são de Deus e os sequazes do demônio, conforme ensina São Luís Grignion de Montfort.
Nesta luta que vai durar até o fim do mundo, ocupa o Profeta Elias um lugar único.
Lutador indômito contra os idólatras de seu tempo, arrebatado por Deus num carro de fogo, ele virá no fim do mundo para combater o Anticristo, segundo a interpretação de conceituados exegetas e tradição imemorial.
Elias foi, diz São Bernardo, "modelo de justiça, espelho de santidade, exemplo de piedade, o propugnador da verdade, o defensor da fé, o doutor de Israel, o mestre dos incultos, o refúgio dos oprimidos, o advogado dos pobres, o braço das viúvas, o olho dos cegos, a língua dos mudos, o vingador dos crimes, o pavor dos maus, a glória dos bons, a vara dos poderosos, o martelo dos tiranos, o pai dos reis, o sal da terra, a luz do orbe, o Profeta do Altíssimo, o precursor de Cristo, o terror dos baalitas, o raio dos idólatras"
Destemida increpação ao rei idólatra em tempos de Elias, meados do século IX a.C., a terra ocupada pelos hebreus - a mesma originariamente prometida por Deus a Moisés - estava dividida em dois reinos:
Israel e Judá.
O reino do Norte, Israel, caíra na idolatria e adorava Baal, o deus da sensualidade, servido por 850 sacerdotes por ordem do rei Acab e de sua mulher Jezabel, ela de origem fenícia.
Tomado de zelo pela causa do Senhor, Elias levanta-se e increpa o rei idólatra: "Viva o Senhor Deus de Israel em cuja presença estou, que nestes anos não cairá nem orvalho nem chuva, senão conforme as palavras de minha boca (III Reis, XVII, 1).
Em seguida se retira para o deserto, onde corvos levam-lhe milagrosamente o alimento.
O céu se fecha e torna-se pesado como chumbo, a terra fica árida, rios e ribeiros secam-se, até mesmo o riacho no qual Elias se dessedenta.
E o profeta sente ele mesmo o peso do terrível castigo imposto a Israel.
A primeira ressurreição de que se tem notícia na História.
Refugia-se então em Sarepta, junto a uma viúva que, por ordem de Deus, deve alimentá-lo.
Paupérrima, ela só tem um pouco de farinha, com a qual coze um pão para o profeta.
Contudo acontece algo inesperado.
Morre o filho único da viúva, a qual, em seu desespero, increpa duramente o homem de Deus.
Elias porém lhe diz: "Dá-me o teu filho.
E tomou-o do seu regaço e levou-o à câmara onde ele estava alojado, e o pôs em cima do seu leito.
E clamou ao Senhor e disse: Senhor meu Deus, até a uma viúva que me sustenta como pode, afligiste, matando-lhe seu filho?"
Reclinando-se três vezes sobre o menino, pede a Deus: "Senhor, meu Deus, faze, te rogo, que a alma deste menino volte às suas entranhas.
E o Senhor ouviu a voz de Elias" (III Reis, XVII, 22-23).
O filho da viúva de Sarepta volta à vida.
É o primeiro caso de ressurreição que a História relata.
Profetas de Baal exterminados por Elias
O momento de agir em grande estilo se aproxima. O rei Acab, o perseguidor dos profetas de Deus e dos varões fiéis, vai ao encontro de Elias e o interpela:
"Porventura és tu aquele que trazes perturbado Israel?" E Elias responde: "Não sou eu que perturbei Israel, mas és tu e a casa de teu pai, por terdes deixado os Mandamentos do Senhor e por terdes seguido Baal.
Mas não obstante, manda agora, e faze juntar todo o povo de Israel no monte Carmelo, e os quatrocentos e cinqüenta profetas de Baal, e os quatrocentos profetas dos bosques que comem da mesa de Jezabel.
Mandou pois Acab chamar todos os filhos de Israel, e juntou os profetas no monte Carmelo" (III Reis, XVIII, 17-20).
Diante dos profetas de Baal, Elias increpa o povo: "Até quando claudicareis vós para os dois lados?
Se o Senhor é Deus, segui-o; se, porém, o é Baal, segui-o. .... Eu sou o único que fiquei dos profetas do Senhor, mas os profetas de Baal chegam a quatrocentos e cinqüenta homens.
Contudo dêem-nos dois bois, e eles escolham para si um boi, e, fazendo-o em pedaços, ponham-nos sobre a lenha, mas não lhe metam fogo por baixo; e eu tomarei o outro boi, e o porei sobre a lenha, e também não lhe meterei fogo por baixo.
Invocai vós os nomes dos vossos deuses, e eu invocarei o nome do meu Senhor; e o Deus que ouvir, mandando fogo, esse seja considerado o verdadeiro Deus".
Os profetas de Baal sacrificam o boi, colocam-no sobre a lenha e clamam, horas a fio, por seu falso deus.
Baal não lhes responde. "Gritai mais alto, porque ele é um deus, e talvez esteja falando, ou em alguma estalagem, ou em viagem, ou dorme, e necessita que o acordem" - escarnece Elias.
Desesperados, os falsos profetas cortam-se com estiletes, oferecem sangue ao ídolo. Tudo em vão. O sangue idólatra corre, mas do céu não desce fogo.
Elias então constrói um altar de doze pedras, simbolizando as doze tribos de Israel. Empilha a madeira, molha tudo com água, e sobre o altar coloca o boi sacrificado.
E então se dirige a Deus: "Senhor, Deus de Abraão e de Isaac e de Israel, mostra hoje que és o Deus de Israel e que eu sou teu servo, e que por tua ordem fiz todas estas coisas.
Ouve-me, Senhor, ouve-me para que este povo aprenda que tu és o Senhor Deus, e que converteste novamente o seu coração" (III Reis, XVIII, 36).
Então desce fogo do céu e consome o holocausto, não só o boi, mas a lenha, as pedras e até mesmo a água!
Ao povo - que exclama, de rosto por terra, "o Senhor é o Deus, o Senhor é o Deus" - ordena Elias:
"Apanhai os profetas de Baal, e não escape deles nenhum só" (III Reis, XVIII, 40).
Os falsos profetas de Baal são trucidados junto à torrente do Cison.
Em parte pelo povo, em parte por Elias, estuante de ardor pela causa do verdadeiro Deus.
Fim da terrível seca, fuga e nova missão do Profeta
Elias se dirige ao rei Acab, prometendo-lhe o fim da terrível seca: "Vai, come e bebe, porque já se ouve o ruído de uma grande chuva".
Acompanhado de um criado, Elias sobe ao alto do monte Carmelo, prostra-se e reza pedindo a chuva, até que o servo lhe comunica o aparecimento de uma pequenina nuvem.
Nuvem precursora de uma grande tempestade, que interrompeu a seca que já perdurava por três anos, como castigo pelo pecado de idolatria em que caíra o povo eleito.
Jezabel, porém, fica sabendo da morte de seus profetas e jura matar Elias:
"Os deuses me tratem com toda severidade, se eu, amanhã a esta mesma hora, não te fizer perder a vida, como tu a fizeste perder a cada um deles" (III Reis, XIX, 2).
A ameaça de Jezabel enche Elias de temor.
Elias que fechara os céus, que enfrentara o poderoso rei Acab, que ressuscitara um morto, que desafiara e vencera os profetas de Baal; Elias, cujo nome significa "o Senhor é poderoso", estremece com a ameaça da rainha.
Contudo, comenta Cornélio a Lápide, seu temor não vinha tanto pelo medo da morte iminente quanto pelo receio de que, caso morresse, a verdadeira fé se extinguisse em Israel e Baal saísse vitorioso.
Elias foge para o deserto, onde um anjo o alimenta com pão e água e lhe ordena que se dirija ao monte Horeb.
Quarenta dias e quarenta noites leva Elias para chegar ao Horeb.
E chegado ao monte do Senhor, Deus o interpela:
"Que fazes aqui, Elias?"- "Eu me consumo de zelo pelo Senhor Deus dos exércitos - responde Elias - porque os filhos de Israel abandonaram a tua aliança, destruíram os teus altares, mataram os teus profetas e eu fiquei só" (III Reis, XIX, 10).
Deus fala com Elias, não no terremoto, mas ao "sopro de uma branda viração".
E lhe dá uma tríplice missão: Ungir Hazael como rei da Síria; a Jehu como rei de Israel; e a Eliseu como profeta "em teu lugar".
Elias encontra Eliseu arando a terra e lança sobre ele seu manto.
E desde então Eliseu é outro homem. De camponês torna-se seguidor de profeta e profeta ele mesmo.
Morte de Jezabel, a perseguidora do Profeta
Entrementes a poderosa Jezabel confiscara a viva força a vinha de Nabot e o mandara matar.
Caso típico de espoliação indébita de terra, ao arrepio do direito de propriedade. O castigo divino não se faz esperar.
Deus ordena a Elias aparecer diante de Acab e exprobá-lo:
"Neste lugar em que os cães lamberam o sangue de Nabot, lamberão eles também o teu sangue" (III Reis, XXI, 19).
O profeta anuncia ainda o castigo de Jezabel: "Os cães comerão Jezabel no campo de Jesrael".
Apavorado, Acab faz penitência.
E Deus não o castiga. Mas a cólera divina cai verticalmente sobre a cabeça da ímpia Jezabel.
Jogada de uma janela de seu palácio, ela é esmagada por cascos de cavalos e devorada por cães.
Quando servos vão pegar seu corpo para enterrá-lo, só encontram o crânio e alguns ossos.
Acab é sucedido pelo rei Ocozias, o qual, adoecendo pouco tempo depois de subir ao trono, manda consultar um oráculo de Belzebu.
Elias encontra-se com os mensageiros do rei e os interpela: "Porventura não há um Deus em Israel para vós virdes consultar Belzebu, deus de Acaron?" (IV Reis, I, 3).
Anuncia que o rei não se levantará mais da cama.
Irritado, Ocozias manda um capitão e 50 homens para prenderem o profeta.
Elias faz descer fogo do céu, que consome os soldados.
O rei manda novamente outro capitão com cinqüenta homens, por sua vez consumidos também por fogo do céu.
Pela terceira vez, envia Ocozias um capitão com cinqüenta soldados.
Desta vez, o capitão pede misericórdia a Elias, que o poupa e a seus comandados.
E Ocozias morre após o curto reinado de um ano.
Elias não morre, mas é arrebatado por Deus, para retornar no fim do mundo.
Elias executa o tríplice encargo divino.
Aproxima-se então o momento de ele abandonar a Terra.
Para o comum dos homens isso significa pura e simplesmente morrer.
Porém, para Elias, o Profeta das grandes exceções, a Providência tem outros planos.
Arrebatado num carro de fogo e levado por Deus para lugar desconhecido, o Profeta deixa seu manto a Eliseu, seu discípulo e sucessor.
Cerca de 900 anos se passam e, no Monte Tabor, na cena empolgante da transfiguração de Jesus, Elias aparece,juntamente com Moisés, ao lado de Nosso Senhor.
Do misterioso lugar onde presentemente se encontra, contempla ele o desenrolar da história da salvação, à espera do momento de voltar a intervir diretamente nos acontecimentos da Terra e preparar a segunda vinda de Cristo antes do Juízo Final.
E então, mais do que nunca, aplicar-se-á a Elias o elogio que dele faz o Espírito Santo:
"E quem pode pois, ó Elias, gloriar-se como tu? Tu que fizeste sair um morto do sepulcro..., que precipitaste os reis na desgraça e desfizeste sem trabalho o seu poder..., que ouviste sobre o Sinai o juízo do Senhor, e sobre o Horeb os decretos de sua vingança; que sagraste reis para vingar crimes, e fizeste profetas para teus sucessores; que foste arrebatado num redemoinho de fogo...; tu, de quem está escrito que virás para abrandar a ira do Senhor, para reconciliar o coração dos pais com os filhos, e para restabelecer as tribos de Jacó.
Bem-aventurados os que te viram e que foram honrados com a tua amizade" (Ecles. XLVIII, 4-11).
Com o bulício, o trânsito agitado, os viadutos e arranha-céus de uma mini-São Paulo. Porém, na parte superior do promontório que se adentra pelo mar, a atmosfera é outra. O bulício cessa, as ruas são mais limpas e as residências aprazíveis.
No alto do monte que leva o nome Carmelo, (em hebraico, "Jardim de Deus" ), encontra-se indubitavelmente um dos lugares mais abençoados da Terra Santa.
No mosteiro dos carmelitas, o peregrino pode visitar sob o coro da igreja, escavada em pedra e envolta pelas sombras acolhedoras do edifício sagrado, a gruta de Elias, pequeno e austero refúgio de um dos varões mais brilhantes da História da humanidade.
Foi aí, nessa humilde gruta, longe e acima do mundo, no silêncio e na contemplação, que Elias rezou com o rosto inclinado por terra, pedindo a Deus que mandasse chuva e terminasse com a tremenda seca que assolava Israel.Sete vezes ordenara o grande Profeta a seu servo divisar no horizonte, para as bandas do mar, o aparecimento de nuvens.
Na sétima vez, o criado voltou dizendo que vira uma nuvenzinha do tamanho de uma pegada, surgindo no horizonte.
Era afinal o prenúncio da chuva vindoura.Era mais do que isso.
Era a promessa da vinda de Nossa Senhora, a Mãe do Salvador do mundo. Assim como a nuvem subia das águas do mar, porém não lhe tendo o sal, assim a Mãe do Redentor surgiria, imaculada, de uma humanidade concebida no pecado original. Desta nuvenzinha cairia uma chuva regeneradora, símbolo de Nosso Senhor Jesus Cristo, Redentor do gênero humano. E assim, na antevisão do nascimento, nove séculos mais tarde, da Santíssima Virgem, tornou-se Elias o primeiro devoto de Maria, o cabeça de uma plêiade de varões que - através de uma impressionante sucessão, que daria na Ordem do Carmo - iriam louvar Maria ao longo de toda a História. E coube a um filho espiritual de Santo Elias, São Simão Stock, receber no ano de 1251 o Escapulário, esse meio ímpar de salvação.






• Ladainha dos Santos Carmelitas


Senhor, tende piedade de nós
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus Pai do Céu, tende piedade de nós!
Deus Filho Redentor do Mundo, tende piedade de nós!
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós!
Santíssima Trindade que sois Um só Deus, tende piedade de nós!
Santa Maria, rogai por nós!
Santa Mãe de Deus, rogai por nós.
Santa Virgem das Virgens, rogai por nós.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Rainha e Mãe da Igreja, rogai por nós.
Rainha da Ordem do Carmelo, rogai por nós.
Mãe dos Carmelitas, rogai por nós.
Virgem do Santo Escapulário, rogai por nós.
Refúgio dos pecadores, rogai por nós.
São José, patrono do Carmelo, rogai por nós.
Santo Elias, patriarca do Carmelo , rogai por nós.
Santo Eliseu, rogai por nós.
Todos os santos eremitas do Carmelo
Santo Alberto de Jerusalém, rogai por nós.
São Simão Stock, rogai por nós.
São João da Cruz, nosso pai, rogai por nós.
São Pedro Tomás, rogai por nós.
Santo André Corsini ( bispo)
Santo Alberto de Trápani, rogai por nós.
São Rafael Kalinowski, rogai por nós.
Todos os santos religiosos de nossa Ordem
Santa Teresa de Jesus, nossa mãe, rogai por nós.
Santa Maria Madalena de Pazzi, rogai por nós.
Santa Teresa do Menino Jesus, rogai por nós.
Santa Teresa Margarida Redi, rogai por nós.
Santa Teresa de Jesus dos Andes, rogai por nós.
Santa Edith Stein - Teresa Benedita da Cruz, rogai por nós.
Todas as santas monjas de nossa Ordem, rogai por nós.
Beato Tito Brandsma, rogai por nós.
Beato Dionísio da Natividade, rogai por nós.
Beato Redento da Cruz, rogai por nós.
Beato Nuno Álvares Pereira, rogai por nós.
Beato João Soreth, rogai por nós.
Beato Francisco Palau, rogai por nós.
Beato Elias Ciríaco Chavara, rogai por nós.
Beato Batista Mantovano, rogai por nós.
Beata Maria de Jesus Crucificado, rogai por nós.
Beata Elizabete da Trindade, rogai por nós.
Beata Ana de São Bartolomeu, rogai por nós.
Beata Maria da Encarnação, rogai por nós.
Beata Maria dos Anjos, rogai por nós.
Beata Maria de Jesus, rogai por nós.
Beata Teresa de Santo Agostinho e companheiras , rogai por nós.
Beata Maria Sacrário de São Luís de Gonzaga, rogai por nós.
Beata Maria Maravilhas de Jesus, rogai por nós.
Beata Teresa Maria da Cruz, rogai por nós.
Beatas Maria Pilar, Teresa e Maria Angeles , rogai por nós.
Beato Isidoro Bakanja, rogai por nós.
Beata Josefa Naval Girbés, rogai por nós.
Beato Afonso Mazurek, rogai por nós.
Todos os bem-aventurados de nossa Ordem, rogai por nós.
São João Maria Vianney, o Cura d'Ars, rogai por nós.
São João Bosco, rogai por nós.
São Francisco de Sales, rogai por nós.
São Pompílio Pirrotti, rogai por nós.
Santo Afonso Maria de Ligório, rogai por nós.
Santo Antônio Maria Claret, rogai por nós.
São Gabriel da Virgem Dolorosa , rogai por nós.
São Domingos Sávio, rogai por nós.
São Cláudio da Columbière, rogai por nós.
Santa Bernadette Soubirous, rogai por nós.
Todos os santos e beatos devotos do Escapulário do Carmo, rogai por nós.
Todos os habitantes do Carmelo Celeste, rogai por nós!
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo:
Perdoai-nos Senhor!
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo:
Ouvi-nos, Senhor!
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo:
Tende piedade de nós!
Rogai por nós, todos os Santos e Santas carmelitas:
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo!
Oremos:
Ó Deus, que condecorastes a Ordem do Carmo com o singular título da Bem-Aventurada Sempre Virgem Maria, Vossa Mãe, concedei propício que nós, que agora veneramos todos os Santos e Santas do Celestial Carmelo, mereçamos participar dos gozos eternos em que viveis e reinais por todos os séculos dos séculos! Amém!
Oremos:
Ajude-nos, ó Deus Todo-Poderoso, o patrocínio da Bem-Aventurada Virgem Maria, nossa Mãe, e a intercessão dos Santos e Santas carmelitas, para que, seguindo fielmente seus exemplos, sirvamos generosamente vossa Igreja com a oração e a vida apostólica.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, que convosco vive e reina, na Unidade do Espírito Santo! Amém!
• Saudações à Virgem do Carmo
Mãe minha do Carmo, bendita sejas; os serafins, os santos e os justos vos enchem de adorações, porque me haveis dado vosso Escapulário.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha do Carmo, bendita sejas; os querubins, os santos e os justos vos enchem de adorações, porque com vosso Escapulário sois saúde de minha alma.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha do Carmo, bendita sejas; os tronos, os santos e os justos vos enchem de adorações, porque com vosso Escapulário me protegeis contra todos os perigos.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha do Carmo, bendita sejas uma e mil vezes; as dominações, os santos e os justos vos enchem de adorações, porque com vosso Escapulário me defendeis das tentações do inimigo.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha do Carmo e Rainha de meu coração, bendita sejas; os anjos, os santos e os justos vos enchem de adorações, porque com vosso Escapulário sois a paz e a alegria de minha alma.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha do Carmo, bendita sejas; os arcanjos, os justos e os santos vos enchem de adorações, porque com vosso Escapulário me haveis feito especialíssimo filho vosso.
Deus vos salve, Maria.
Mãe minha, mãe de meu Coração e Rainha de meu amor, vos dou minha alma, minha vida, meu coração, e quero que vos bendigam as virtudes e todas as criaturas, porque com vosso Escapulário me haveis infundido a esperança de que vos verei no céu...
Não me deixeis, Mãe minha.
Deus vos salve, Maria.
Os confrades do Santo Escapulário da Virgem do Carmo rezam cada dia sete Pai-Nossos e Ave-Maria em honra das sete excelências que teve a Santíssima Virgem.
Por estas sete excelências se há de pedir a Santíssima Virgem santidade na alma e pureza no corpo, observância da Lei Santa de Deus, boa morte e ver-se livre do Purgatório para estar na vida eterna;
Pois, como Ela tem prometido na Bula do Papa, João XXII, amparará e favorecerá a seus devotos e confrades na vida, os assistirá em sua morte e livrará das penas do Purgatório.
• Oração a Beatíssima Virgem do Carmo
Oh! piedosíssima Virgem! Vós, que nove séculos antes de existir fostes vista em profecia pelo servo de Deus nosso pai São Elias, e venerada por seus filhos no Carmelo... Vós, que em carne mortal vos dignasteis visitar-lhes e lhes dispensasteis celestiais alegrias... Vós, que vigiais sempre pela virtuosa família que teve por Superior a vosso estimado filho São Simão Stock, por pais e reformadores a seráfica virgem e mística Doutora Santa Teresa de Jesus e ao esclarecido e extático São João da Cruz, assim como por uma de suas digníssimas filhas a exemplar esposa de Jesus Cristo Santa Maria Madalena de Pazzis, vossa devotíssima serva... Vós, que engrandecestes a Ordem com a estimável prenda do Santo Escapulário.., e, em fim, Vós, que de tantas maneiras haveis demonstrado vosso carinhoso amor aos carmelitas e seus devotos, recebei benévola meu coração ardente de fervoroso entusiasmo dado a mais pura das criaturas e a mais amorosa das mães. Não permitais, Senhora, que o leão rugente assuste meu espírito no caminho da perfeição, e fazei que consiga subir a glória, como o haveis alcançado de vosso Divino Jesus para os que invocando-vos com fé e imitando vossas virtudes, morreram píamente com vossa proteção. Amém.
Oração:
Prodigioso e admirável
Imã de nossa proteção;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Salve, Rainha dos céus,
De misericórdia Mãe,
Vida e doçura divina; esperança nossa, Salve;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Deus vos Salve, Templo lindo
Do divino Verbo em carne,
Salve-te Deus, Mãe Virgem,
Pois sois Virgem e Mãe;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Voltai a nós, Mãe piedosa, vossos olhos admiráveis,
E olhai por vossos filhos,
Pois que sois piedosa Mãe;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Socorrei-nos, pois escutai
Que nas penas e combates
A ti suspiramos todos
Neste choroso vale;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Mostrai-nos a vosso Filho
De Josafat no Vale,
Piedoso, pois que nasceu
Deste cristal admirável;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
Rogai por vossos devotos
A bondade inefável;
Pois morreu para nos salvar,
Por sua clemência nos salve;
Nuvenzinha do Carmelo,
Sede-nos nossa protetora e Mãe.
V. Rogai por nos, santa Mãe de Deus.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Jesus Cristo.




• Devoção das Sete Excelências da Virgem do Carmo
Primeira Excelência:
Por ter tido o corpo mais perfeito de todas as criaturas com o singular privilégio de ter sido concebida em graça.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Segunda Excelência:
A alma mais santa, que Deus criou, depois da de Jesus Cristo, adornada de todas as virtudes e graças do Espírito Santo.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Terceira a Excelência:
A vida mais excelente que teve no mundo, juntando com suma perfeição as três vidas: Ativa, contemplativa e unitiva.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Quarta Excelência:
A dignidade maior que teve qualquer criatura, por ser Mãe de seu Criador.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Quinta Excelência:
A morte mais santa que pode ter, por ter morrido de amor a seu Deus.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Sexta Excelência:
A Assunção mais gloriosa que jamais se viu, acompanhada de anjos e levada nos braços de Cristo, seu amado Filho.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Sétima Excelência:
A Coroação e glória mais soberana que se pode pensar, pois foi coroada das hierarquias angélicas.
Pai-Nosso e uma Ave-Maria
Oração:
Virgem soberana, gloriosa Mãe, Templo e Sacrário da Trindade Santíssima, glória dos justos, amparo e alegria dos aflitos pecadores, Mãe e brasão dos Carmelitas:
Pela puríssima limpeza de pecado original;
Pela graça e dons que adornam vossa alma;
Pela vida que tivestes para espelho dos justos;
Pela dignidade grandiosa de Mãe de Deus, engrandecida e exaltada entre todas as gerações;
Pela morte santa de amores soberanos;
Pela Assunção gloriosa para reinar nos céus, e pela coroa de glória que Vos deram para reinar aos Santos e Coros celestiais: Vos suplico, pois Vós tendes oferecido aos que levam vosso Santo Escapulário e procuram ser filhos Vossos, me ajudeis em vida, para que com santidade na alma e pureza no corpo sirva a vosso Filho Jesus, guardando seus Santos preceitos, e me assistais em minha morte, nos perigos dela, triunfando de meus inimigos, saia desta vida em graça e amor de Deus.
E, finalmente, nas rigorosas penas do Purgatório, vossa intercessão soberana me valha, para que o primeiro sábado saia dele para aproveitar da vida eterna. Assim seja.


• Orações a Nossa Senhora do Carmo
Primeira Oração
Deus de amor, Pai de infinita misericórdia:
Nós vos glorificamos por terdes revelado ao Profeta Elias, através de uma nuvem, a Imaculada Virgem Maria, Mãe do vosso Filho e da Igreja.
Nós vos louvamos por Ela ter sido venerada pelos filhos dos profetas no Monte Carmelo, e por ser bem-aventurada por todas as gerações.
Nós vos adoramos Pai, porque enviaste vosso Filho ao mundo para salvar e fundaste a Igreja como sacramento de salvação a todos os povos e nações.
Nos vossos desígnios estabelecestes Maria Santíssima como presença e modelo insubstituível de vida Eucarística junto a Igreja Primitiva e hoje a nós, que nos alimentamos deste mesmo Pão; concedei-nos graça de com Maria alcançarmos, na caminhada rumo à casa do Pai, o prêmio da vida eterna. Amém!
Segunda Oração
Virgem Santíssima, Mãe de Deus e minha Mãe:
Vos invoco e venero com o título de consoladora do Carmelo.
Quero consagrar-me a Vós, para colocar à disposição de vosso amor de Mãe toda a minha vida, como resposta a tantas graças que tenho recebido de Deus através da vossa intercessão.
Vós manifestais amor especial a todos que usam o escapulário; por isto Vos suplico que me cubras com o vosso santo hábito do Monte Carmelo, em sinal de proteção ao meu corpo e à minha alma.
Dái-me força para lutar contra o demônio e para que eu possa ser capaz de renunciar a toda tentação de pecado grave.
Aumenta dentro de mim todas as virtudes cristãs para que eu persevere em seus bons propósitos.
Defende-me de todos os meus inimigos e dá-me fé forte e sincera em teu divino Filho para que isto seja o fundamento da minha consagração;
Esperança e confiança como a que Vos fez exclamar no dia da Anunciação: "Cumpra-se em mim a Palavra do Senhor"; e caridade que se realize em cada uma de minhas obras, por amor a Deus sobre todas as coisas e no amor generoso a todos os meus irmãos.
Virgem Santíssima do Carmo: que o vosso Santo Escapulário seja para mim, como prometesteis, couraça que me defenda dos inimigos da minha alma e garantia da salvação eterna.
Assim seja.
Terceira Oração
Bendita e Imaculada Virgem Maria, honra e esplendor do Carmelo!
Vós que olhais com especial bondade para quem tem o vosso bendito escapulário, olhai para mim benignamente e cobri-me com o manto de vossa sabedoria, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade.
Ornai minha alma com a graça e as virtudes que a tornem agradável ao vosso divino Filho.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na hora da morte com a vossa amável presença e apresentai-me à Santíssima Trindade como vosso filho e servo dedicado; e lá do céu, eu quero louvar-vos e bendizer-vos por toda a eternidade.
Nossa Senhora do Carmo libertai as benditas almas do purgatório. Amém.
Três Ave-Marias e um Glória ao Pai.
Quarta Oração
Oh! Santíssima e Imaculada Virgem Maria, ornamento e glória do Carmelo, vós que velais tão particularmente sobre os que vestem vosso sagrado escapulário, velai também sobre nós e cobri-nos com o manto da vossa maternal proteção.
Fortalecei nossa fraqueza com o vosso poder e dissipai com a vossa luz as trevas do nosso coração, aumentai em nós a fé, a esperança e a caridade.
Ornai nossa alma com todas as virtudes, afim de que ela se torne sempre mais amada pelo vosso divino filho.
Assiti-nos durante a vida, consolai-nos com a vossa amável presença na hora da morte, e apresentai-nos a Santíssima Trindade como vossos filhos e servos fiéis, para que nós possamos louvar-vos eternamente no céu. Assim seja.
Três Aves-Marias


Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós!




• Atos de Consagração à Nossa Senhora do Carmo
Primeiro Ato de Consagração
Oh! Maria, Rainha e Mãe do Carmelo, venho hoje consagrar-me a vós.
Tudo o que sou e tudo o que tenho entrego em vossas mãos!
Vós olhais com especial bondade os que estão revestidos do vosso Escapulário.
Suplico-vos que fortaleçais com o vosso poder a minha franqueza, iluminai a escuridão da minha mente com a vossa sabedoria.
Aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade, para que possa render-vos todos os dias a minha homenagem.
Que o Santo Escapulário atraia sobre mim o vosso olhar misericordioso.
Traga-me a vossa especial proteção nas lutas diárias, para que eu possa ser fiel a vós e ao vosso Divino Filho.
Possa o santo Escapulário afastar-me de tudo que é pecaminoso e me lembre sempre o dever de imitar-vos e revestir-me com vossas virtudes.
Desde já me esforçarei para viver em vossa presença, ter na vida um espelho da vossa humildade, caridade, paciência, mansidão e empenho!
Mãe querida, apoiai-me com vosso constante amor, para que eu, vosso filho mais pecador, possa um dia trocar o vosso Escapulário pela veste celestial e viver convosco e os santos do Carmelo no Reino do vosso Filho. Amém!
Segundo Ato de Consagração
Oh! Gloriosa Rainha dos céus, Virgem sem mácula excelsa Mãe de Deus, Maria Santíssima!
Vós sois minha Mãe e Senhora: suplico-Vos que me aceiteis por vosso filho e servo, porque já não quero ter outra Mãe e Senhora senão Vós.
Faço o firme propósito de nunca me apartar de Vós, de jamais fazer ou permitir que um súdito seu faça, coisa alguma contra a vossa honra e glória.
Terceiro Ato de Consagração
Ó Maria, Rainha de todos os Santos, a beleza do Carmo, como é doce para mim venerar-vos sob o título de Nossa Senhora do Monte Carmelo.
Mesmo no tempo dos apóstolos, tivestes este título místico; estou cheio de alegria por consagrar-me a vós, ó Virgem Maria, indigno eu sou de ser vosso servo, mas pelo vosso cuidado maternal, me inspiram a servir-vos, na presença do meu Anjo Guardião e do tribunal do Céu, eu vos escolho nesse dia para ser minha Rainha, minha advogada, e minha mãe, e tenho o firme propósito de servir-vos cada vez mais e fazer tudo o que eu possa para tornar esse serviço digno de vós.
Portanto, mais dedicada Mãe, através do precioso Sangue vosso Filho derramado por mim, e através de das promessas de Nossa Senhora do Monte Carmelo, peço-vos, dignai-vos a me contar entre vossos servos para sempre.
Ó beleza do Carmo, glória do Líbano, mais puro de lírio, mística rosa no jardim da Igreja, eu vos saúdo!
Ó Virgem das virgens, eu consciente de minha miséria, vos peço mostrai-vos minha mãe.
Dai-me mais e mais a viva luz da fé; inflamai com amor divino meu coração por vosso querido Filho, Jesus Cristo.
Pois vós, Mãe de Deus, tens esse poder e pode, obtenha para mim de vosso abençoado Jesus, os dons celestes da humildade, castidade e mansidão, que são os mais justos ornamentos da vossa Imaculada Alma.
Concedei-me ser forte em meio as tentações e amarguras, que por tantas vezes tem invadindo o meu espírito.
Ajudai-me em todas as ações, e implorai esta graça para mim, que nunca, por palavras ou atos ou pensamentos, eu seja displicente ou cause desgosto aos vossos olhos, e ao vosso Santo Filho.
Lembrai-vos de mim, minha querida mãe, e não abandones na hora da morte. Amém.
Beijar o escapulário
Santíssima Virgem do Monte Carmelo, rogai por nós




• Novena de Nossa Senhora do Carmo I
Oh! Virgem Bendita, cheia de graça.
Rainha dos Santos, quanto me é suave venerar-vos sob o título de Nossa Senhora do Carmo.
Ele me reconduz aos tempos proféticos de Elias, quando vós fostes, sobre o Carmelo, figurada nessa nuvenzinha que depois, dilatando-se se derramou numa chuva benéfica, símbolo das graças santificadoras que de vós procedem.
Desde os tempos apostólicos fostes vós honrada com este título.
E agora me alegra o pensamento de que nós nos unimos a esses vossos primeiros devotos e com eles vos saudamos, dizendo-vos: oh! decoro do Carmelo, glória do Líbano, lírio puríssimo, rosa mística no jardim florescente da Igreja!
Entretanto, oh! Virgem das virgens, lembrai-vos de mim, miserável, e mostrai que sois minha Mãe.
Derramai em mim sempre mais viva essa luz da fé que vos fez bem-aventurada: inflamai-me naquele amor celestial com que amastes vosso Filho Jesus Cristo.
Estou cheio de misérias espirituais e temporais.
Muitas dores do corpo e da alma me rodeiam de todos os lados e eu me refugio como filho, sob a sombra da vossa proteção materna.
Vós Mãe de Deus, que tanto podeis e valeis, alcançai-me de Jesus bendito os dons celestiais da humildade, da castidade, da mansidão, que foram as mais belas pérolas de vossa alma Imaculada.
Alcançai-me força nas tentações e nas tribulações que tantas vezes me assaltam.
E quando, conforme a vontade de Deus, terminar a jornada de minha peregrinação terrena, fazei que a minha alma receba, pelos méritos de Cristo e pela vossa intercessão, a glória do paraíso. Amém.




• Novena da Virgem do Carmo
Ato de contrição para todos os dias
Deus meu e Senhor meu, prostrado diante de vossa Majestade Soberana, com todo meu ser, com toda minha alma e todo meu coração vos adoro, confesso, bendigo, adoro e glorifico.
A Vós reconheço por meu Deus e meu Senhor;
Em Vós creio, em Vós espero e em Vós confio que podes perdoar minhas culpas, e dar tua graça e perseverança nela, e a glória que tens oferecido aos que perseveram em teu amor.
A Vós amo sobre todas as coisas.
A Vós confesso minha suma ingratidão e todas minhas culpas e pecados, de todo o qual me arrependo e vos peço me concedas benignamente o perdão.
Pesa-me, Deus meu, de ter-vos ofendido, por ser Vós quem sois.
Proponho firmemente, ajudado com vossa divina graça, nunca mais pecar, apartai-me das ocasiões de ofender-Vos, dai-me a graça de confessar-me e pagar por minhas culpas e procurar em todo vos servir e agradar-vos.
Perdoai-me, Senhor, para que com a alma limpa e pura ame a santíssima Virgem, Mãe vossa e Senhora minha, e alcance por sua poderosa intercessão a graça especial que nesta novena peço, se for para maior honra e glória vossa, e proveito de minha alma. Amém.
Oração para todos os dias
Oh! Virgem Maria, Mãe de Deus e Mãe também dos pecadores, e especial Protetora dos que vestem teu sagrado Escapulário;
Pelo que sua divina Majestade vos engrandece, escolhendo-vos para verdadeira Mãe sua, vos suplico me alcances de teu querido Filho o perdão de meus pecados, a emenda de minha vida, a salvação de minha alma, o remédio de minhas necessidades, a esperança de minhas aflições e a graça especial que peço nesta novena, se convém para sua maior honra e glória, e bem de minha alma:
Que eu, Senhora, para consegui-lo me valho de vossa intercessão poderosa, e quisera ter o Espírito de todos os anjos, Santos e justos a fim de poder adorar vos dignamente;
E unindo minhas vozes com seus afetos, vos saúdo uma e mil vezes, dizendo:
Bendita sois sempre Virgem Maria.
Rezar três Ave-Marias e a oração do dia que corresponda:
Oração final para todos os dias
Virgem santíssima do Carmo; eu desejo que todos sem exceção se cobram abaixo da sombra protetora de teu Santo escapulário, que todos estejam unidos a Ti, Mãe minha, pelos estreitos e amorosos laços desta tua querida Insígnia. Oh! Formosura do Carmelo!
Olhai-nos prostrados reverentes ante tua sagrada imagem, e concedei-nos benigna tua amorosa proteção. Vos recomendo as necessidades de nosso Santíssimo Pai, o Papa, e as da Igreja Católica, nossa Mãe, assim como as de minha nação e as de todo o mundo, as minhas próprias e as de minhas parentes e amigos.
Olhai com olhos de compaixão a tantos pobres pecadores, hereges e cismáticos como ofendem a teu divino Filho, e a tantos infiéis como gemem nas trevas do paganismo.
Que todos se convertam e vos amem, Mãe minha, como eu desejo amar te agora e por toda a eternidade. Assim seja.
Primeiro Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que foste figurada naquela nuvenzinha que o grande Profeta de Deus, Elias, viu levantar-se do Mar, e com sua chuva fecundou copiosamente a terra, significando a puríssima fecundidade com que deste ao mundo a teu querido Filho Jesus, para remédio universal de nossas almas:
Vos rogo, Senhora, me alcances de sua majestade copiosas chuvas de auxílios, para que minha alma tenha abundantes frutos de virtudes e boas obras, a fim de que lhe servindo com perfeição nesta vida, mereça aproveitar na eterna. Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseja conseguir nesta novena.
Segundo Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que por teu singular amor aos Carmelitas os favorecestes com teu familiar trato e doces colóquios, iluminando-os com as luzes de teu ensinamento e exemplo de que felizmente aproveitaram.
Te rogo, Senhora, me assistas com especial proteção, alcançando-me de teu bendito Filho Jesus luz para conhecer sua infinita bondade e amarei com toda minha alma;
Para conhecer minhas culpas e chorá-las e para saber como devo me comportar a fim de servir lhe com toda perfeição;
E para que meus modos e conversas sejam sempre para sua maior honra e glória e edificação de meus próximos. Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Terceiro Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que vos dignaste admitir com singular amor o obsequio filial dos Carmelitas, que entre todos os mortais foram os primeiros que em tua Honra edificaram um templo no Monte Carmelo, onde corriam fervorosos a dar-te culto e adoração.
Te rogo, Senhora, me alcances que seja minha alma templo vivo da Majestade de Deus, adornado de todas as virtudes, onde Ele habite e sempre seja amado e adorado, sem que jamais lhe ocupem os afetos desordenados do temporal e terreno.
Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo: Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Quarto Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que para mostrar teu especialíssimo amor aos Carmelitas lhes honraste com o doce nome de filhos e irmãos teus, alentando-os com tão singular favor de sua confiança, ia buscar em ti, como em uma amorosa Mãe, o remédio, a esperança e o amparo em todas as suas necessidades e aflições, ensinados na imitação de tuas excelsas virtudes.
Te rogo, Senhora, me dês, como amorosa Mãe e me alcances a graça de imitar-te, de modo que dignamente possa eu ser chamado também Filho teu, e que meu nome seja inscrito no livro da predestinação dos filhos de Deus e irmãos de meu Senhor Jesus Cristo.
assim Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Quinto Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que para defender aos Carmelitas, teus filhos, quando se tentava extinguir a sagrada Religião do Carmo, mostrando sempre o amor e singular predileção com que os amparavas, mandaste ao Sumo Pontífice, que os recebesse benignamente e confirmasse seu instituto, dando lhe por sinal de que esta era tua vontade e a de teu divino Filho, a repentina morte dos que especialmente a contradiziam.
Te rogo, Senhora, me defendas de todos minhas inimigos de alma e corpo, para que com quietude e paz viva sempre no Santo serviço de Deus e teu. Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Sexto Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que para assinalar aos Carmelitas como especiais filhos teus, os enriquecestes com a singular prenda do Santo escapulário, vinculando nele tantas graças e favores para com os que devotamente o vestissem e cumprissem com suas obrigações, procurasse viver de maneira que imitassem tuas virtudes, mostrassem que são teus filhos.
Te rogo, Senhora, me alcances a graça de viver sempre como verdadeiro cristão e confrade amante do Santo escapulário, a fim de que mereça lograr os frutos desta linda devoção.
Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Sétimo Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que em teu Santo escapulário deste aos que devotamente o vestem, um firmíssimo escudo para defender-se de todos os perigos deste mundo e dos ataques do demônio, acreditando esta verdade com tantos e tão singulares milagres.
Te rogo, Senhora, que sejas minha defesa poderosa nesta vida mortal, para que em todas as tribulações e perigos encontre a segurança e, e nas tentações saia com vitória, logrando sempre tua especial assistência para consegui-lo.
Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Oitavo Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que exerces tua especial proteção na hora da morte para com os que devotamente vestem teu Santo escapulário, a fim de que logrem por meio da verdadeira penitência sair desta vida na graça de Deus e livrar-se das penas do inferno. Vos rogo, Senhora, me assistas, ampares e consoles na hora de minha morte, e me alcances verdadeira penitência, perfeita contrição de todos meus pecados, um perfeito amor a Deus e ardente desejo de vê-Lo, para que minha alma não se perca nem condene, senão que vá já segura a felicidade eterna da glória.
Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.
Nono Dia
Oh! Virgem do Carmo, Maria Santíssima, que estendendo teu amor até os Carmelitas, ainda depois da morte, como piedosíssima Mãe dos que vestem teu Santo escapulário consolas suas almas, quando estão no Purgatório, e com teus rogos consegues que saiam o quanto antes daquelas penas, para ir aproveitar da presença Deus, Nosso Senhor, na glória.
Te rogo, Senhora, me alcances de sua divina Majestade cumpra eu com as obrigações de cristão e a devoção do Santo escapulário, de modo que logre este singularíssimo favor.
Assim, Senhora, vos o suplico humildemente, dizendo:
Deus vos Salve, Rainha e Mãe de Misericórdia.
Pedir a graça particular que se deseje conseguir nesta novena.






• Novena de Nossa Senhora do Carmo II
Antífona para todos os dias:
Flor do Carmelo vinha florida, esplendor do céu,
Oh! Mãe, Virgem singular,
Doce Mãe sempre Virgem
Aos Carmelitas dai privilégio, Estrela do Mar
Oração Final para todos os dias
Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção.
Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza; pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito, aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade.
Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós.
Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém.
Primeiro Dia
Oh! Maria, Virgem Mãe Imaculada, Rainha do Carmelo, que fostes contemplada pelo Profeta Elias na nuvenzinha que subia do mar, depois transformada em chuva copiosa, derramai sobre toda a humanidade as graças de vosso Coração Imaculado e convertei aos pobres pecadores.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Segundo Dia
Rainha e Mãe do Carmelo, Virgem Mãe Imaculada, que durante séculos fostes honrada em vossa Maternidade Divina no Monte Carmelo pelo Profeta Elias e seus sucessores - os Filhos dos Profetas - fazei reinar em nossas famílias essa mesma entranhada devoção que torne cada vez mais presente em nossos lares os vosso Divino Filho Jesus que nos guarde, para a vida eterna.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Terceiro Dia
Oh! Maria Imaculada, Virgem Santíssima do Carmo, que visitastes vossos Filhos Carmelitas no Monte Carmelo, consolando-os, dando-lhes graças abundantes, visitai também as nossas almas, ajudando-nos a fugir do pecado e a praticar com amor as obras de misericórdia.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.


Quarto Dia
Maria, Virgem imaculada, Rainha do Carmelo, lembrai-vos que vossos Filhos Carmelitas do Monte Carmelo após o Pentecostes abraçaram o Evangelho e o anunciaram por toda parte, ensinado também todos a Vos conhecerem e amarem; e no Monte Carmelo Vos consagraram o primeiro templo do mundo em vossa honra. Dai-nos muitos missionários, que por toda parte vos façam conhecer, para a dilatação do Reino de Jesus.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Quinto Dia
Maria, Rainha e Mãe dos Carmelitas, que lhes destes como penhor da salvação o Santo Escapulário, nós vos agradecemos e Vos suplicamos a graça de viver na fidelidade à Lei de Deus para que em nossa morte possamos contar com a vossa presença e ir ao céu contemplar-Vos eternamente.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Sexto Dia
Maria, Virgem Mãe Imaculada, Rainha do Carmelo, que tendes concedido as mais extraordinárias graças através de vosso Santo Escapulário, ajudai-me a trazê-lo dignamente, conservando a pureza de coração e de costumes, repelindo tudo o que possa magoar o vosso olhar puríssimo.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Sétimo Dia
Rainha e Mãe do Carmelo, que fizestes grandes milagres através do Santo Escapulário, cobri o mundo com o esplendor de Vosso Imaculado Coração para que seja enfraquecido o reino do mal e do pecado, e todos os povos se aproximem de Vós para imitar vossa pureza e caridade.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Oitavo Dia
Maria, Virgem - Mãe Imaculada Rainha do Carmelo, que sempre concedestes as maiores graças aos Carmelitas, enviai-nos muitas vocações sacerdotais, religiosas e para o Carmelo Secular, para que o vosso Nome seja sempre mais glorificado, para a glória de vosso Filho Jesus Cristo.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.
Nono Dia
Maria, Rainha e Mãe do Carmelo, que velais pela Santa Igreja com maternal amor, abençoai o Santo Padre, o nosso Bispo, os sacerdotes, os religiosos e todo o povo cristão. Abençoai a cada um de nós que desejamos vossa proteção agora e na hora de nossa morte.
Ave-Maria.
Nossa Senhora do Carmo, rogai por nós.


• Ladainha de Nossa Senhora do Carmo
Senhor, tende piedade de nós!
Jesus Cristo, tende piedade de nós!
Deus, Pai Celestial, tende piedade de nós!
Deus, Filho Redentor do mundo, tende piedade de nós!
Deus, Espírito Santo, tende piedade de nós!
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós!
Santa Maria, rogai por nós!
Mestra da vida interior, rogai por nós!
Caminho seguro na Noite Escura, rogai por nós!
Virgem da fé, rogai por nós!
Virgem do Caminho de Perfeição, rogai por nós!
Virgem fiel, rogai por nós!
Virgem que sabe ouvir, rogai por nós!
Mãe das Fundações, rogai por nós!
Mãe do abandono perfeito, rogai por nós!
Mãe da pequena via, rogai por nós!
Mãe da caridade, rogai por nós!
Mãe da humildade, rogai por nós!
Senhora das Moradas eternas, rogai por nós!
Senhora do "Sim", rogai por nós!
Senhora do Monte Carmelo, rogai por nós!
Fiel esposa de José, rogai por nós!
Esposa da Viva Chama de Amor, rogai por nós!
Perfeita esposa do Cântico Espiritual, rogai por nós!
Estrela do Carmelo, rogai por nós!
Flor do Carmelo, rogai por nós!
Formosura do Carmelo, rogai por nós!
Nossa Senhora da Subida do Monte Carmelo, rogai por nós!
Modelo de oração, rogai por nós!
Modelo de vida interior, rogai por nós!
Caminho que leva a Deus, rogai por nós!
Alma enamorada de Deus, rogai por nós!
Auxílio dos Carmelitas, rogai por nós!
Serva de Javé, rogai por nós!
Sublime filha de Sião, rogai por nós!
Esperança dos Carmelitas, rogai por nós!
Rainha do silêncio, rogai por nós!
Rainha do Castelo Interior, rogai por nós!
Rainha do Carmelo, rogai por nós!
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
Perdoai-nos, Senhor!
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
Ouvi-nos, Senhor!
Cordeiro de Deus que tirais os pecados do mundo,
Tende piedade de nós!
Rogai por nós, Rainha e Formosura do Carmelo.
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.


• Oração de Nossa Senhora do Carmo pelas almas
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Saúde dos Enfermos, rogai por nós.
Refúgio dos pecadores, rogai por nós.
Consoladora dos aflitos, rogai por nós.
Ave-Maria
Nossa Senhora do Monte Carmelo.
Amantíssima Mãe do Divino Jesus, que vos dignastes fazer do monte Carmelo, na Terra Santa, um local santificado para a manifestação de vosso celestial poder, sede propícia às minhas preces, ajudai-me na luta contra o pecado, ajudai-me a me tornar digno da clemência de Vosso Filho Nosso Senhor Jesus Cristo.
Nossa Senhora, advogada dos aflitos, lançai vosso olhar sobre as almas sofredoras no outro mundo e sobre a alma de....( dizer o nome da pessoa falecida).
Amparai-o com a vossa infinita bondade, rogai a Deus Pai, Todo Poderoso, a Deus Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, a Deus Espírito Santo, pelo perdão de seus pecados, de suas faltas e conduzi a sua alma, talvez ainda sofredora, à luz eterna, à celestial mansão de Deus, dos Anjos, dos Patriarcas, dos Apóstolos, dos Mártires, das almas que se mantiveram firmes na fé em vosso Amado Filho Nosso Senhor Jesus Cristo.
Senhora do Carmo, ouvi o seu apelo:"
Do abismo clamei a Ti, Senhor. Senhor, ouvi minha oração".
Nossa Senhora do Carmo, rogai por .....(nome da pessoa).
Nossa Senhora do Carmo, intercedei por .....(nome da pessoa).
Nossa Senhora do Carmo, protegei .....(nome da pessoa).
Oh! Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós. (Três Vezes)
Rezar um Pai-Nosso, Três Ave-Marias e uma Salve-Rainha.






• Rosário de Nossa Senhora do Carmo


Para Necessidades Especiais.
Início
Na medalha:
Mais bela Flor do Monte Carmelo, frutífera Vinha, Esplendor do Céu, Mãe do Filho de Deus, Virgem Imaculada, assisti-me nesta minha necessidade.
O Estrela do Mar, ajudai-me mostrai-me que sois minha mãe.
Santa Maria, Mãe de Deus, Rainha do Céu e da Terra, eu humildemente suplico-vos do fundo do meu coração, para socorrer-me nesta necessidade, não há nada que possa suportar o vosso poder.
Nas três primeiras contas:
Um Pai-Nosso, uma Ave-Maria, Glória.
Em cada uma das 12 contas, que representam as 12 estrelas da Coroa Nossa Senhora:
Rezar uma Ave-Maria e a seguinte invocação:
Nossa Senhora, Estrela do Mar, Nossa Senhora do Carmo, ajudai-nos e protegei-nos!
Doce Mãe, vou colocar esta causa em vossas mãos. Amém.


• Ladainha de Nossa Senhora do Monte Carmelo
Para recitação privada.
Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós. Cristo, nos ouça.
Cristo, graciosamente nos ouvir.
Deus, o Pai do Céu, tenha piedade de nós.
Deus o Filho, Redentor do mundo, tenha piedade de nós.
Deus o Espírito Santo, tenha piedade de nós.
Santíssima Trindade, um só Deus, tenha piedade de nós.
Santa Maria, orar por nós.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Rainha do Céu, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Vitoriosa sobre Satanás, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, a mais obediente Filha de Deus, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Virgem Pura, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Esposa dedicada do Espírito Santo, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Mãe dos filhos de Deus, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Modelo das Perfeitas Virtudes, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Âncora da Esperança, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Refúgio na dor, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Dispensadora dos dons de Deus, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Defesa contra os nossos inimigos, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, a nossa ajuda no perigo, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Caminho levando a Jesus, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, nossa Luz na Escuridão, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, nossa Consolação na hora da morte, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Advogada dos pecadores mais abandonados, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, pelo o vicio mais endurecido, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqueles que ofendem vosso Divino Filho, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqueles que negligenciam o rezar, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqueles que estão em agonia, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqueles que adiam sua conversão, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqueles que sofrem no Purgatório, rogai por nós pecadores.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, por aqules que não sabe a respeito de vós, rogai por nós pecadores.
Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, salvai-nos, ó Senhor.
Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, ouvir-nos, ó Senhor.
Cordeiro de Deus, quem tiras o pecado do mundo, tende misericórdia de nós.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, Esperança dos desesperados, intercede por nós ao Vosso Divino Filho.
Oremos.
Nossa Senhora do Monte Carmelo, gloriosa Rainha dos Anjos, canal da misericórdia de Deus para o homem, refúgio e defensa dos pecadores, com confiança eu me prostro, vos peço que obtenha para mim [Menção do pedido silenciosamente].
Em contrapartida eu prometo solenemente a vos recorrer em todas as minhas experiências, sofrimentos e tentações, e vou fazer tudo ao meu alcance para levar outros irmãos a vos amar, reverênciar e de invocar vosso nome glorioso em todas as suas necessidades.
Agradeço as inúmeras bênçãos que tenho recebido de vossa misericórdiosa e poderosa intercessão.
Seja sempre o meu escudo no perigo, a minha guia na vida, e minha segurança na hora da morte. Amém.

Leave a Reply