Creio que alguns já tenham ouvido falar de "Batismo o Espirito Santo". Mas infelizmente tal termo tem causado uma má imprensão em alguns religiosos ou até mesmo leigos que são mais tradicionalistas.
Tive a oportunidade de ouvir uma palestra sobre o tema e gostaria de compartilhar com vocês algumas coisas.
Em primeiro lugar temos que ter consciência de que BATISMO NO ESPÍRITO NÃO É UM SACRAMENTO. Ou seja, não é um novo Batismo, porque so há um Batismo. Aquele que é feito em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, como Jesus mesmo nos ensinou. Infelizmente por falta de informação e/ou puro preconceito mesmo contra os movimentos Carismáticos, existem aqueles que acham que a intenção desses movimentos é se tornarem uma nova igreja, assim como acontece muito no meio Protestante. Fazendo um parênteses aqui digo, que a Renovação Carismática Católica é o único movimento Petencostal que se mantêm ligado à Igreja de origem, no caso a Santa e Una Igreja Católica Apostólica Romana. Então dizer que a RCC visa uma nova Reforma dentro da Igreja é puro achismo e preconceito.
A palavra Batismo em grego siginifica mergulhar, imergir ou simplesmente molhar com água. O Sacramento do Batismo é o nascimento. Como a criança que nasce depende dos pais para viver, também nós dependemos da vida que Deus nos oferece. No Batismo, a Igreja reunida celebra essa experiência de sermos dependentes, filhos de Deus. Pelo Batismo, participamos da vida de Cristo. Jesus Cristo é o grande sinal de que Deus cuida de nós. Esse é o Batismo Sacrameto.
O Batismo no Espirito nada mais é que "Mergulhar no Espirito Santo". Abrir-se e deixar-se inundar pelo Espirito Santo de Deus. É fazer a experiência de um novo Pentecoste. Aliás, dai vem o fato de ser um movimento Pentecostal. Sugiro lerem esse relato maravilhoso em (Atos 2:1-36).
Dessa forma através desse pequeno texto quero desmestificar as idéias de que a RCC quer se tornar um nova reformadora, ou que têm práticas em desacordo com a Igreja Católica.


Elder Kened

Leave a Reply