(PARA DIVERSAS CIRCUNSTÂNCIAS - II)
Na verdade, é justo e necessário, é
nosso dever e salvação dar-vos
graças, sempre e em todo o lugar,
Senhor, Pai Santo, Criador do mundo e
fonte da vida. Nunca abandonais a
obra da vossa sabedoria, agindo
sempre no meio de nós. Com vosso braço
poderoso, guiastes pelo deserto vosso povo de Israel...
Hoje, com a luz e a força do Espírito Santo,
acompanhais sempre a vossa Igreja, peregrina neste mundo;
e por Jesus Cristo, vosso Filho,
a acompanhais pelos caminhos da história
até a felicidade perfeita em vosso Reino.
Por essa razão, também nós, com os
Anjos e Santos, proclamamos a vossa
glória, cantando (dizendo) a uma só voz:
SANTO, SANTO, SANTO...
Na verdade, vós sois santo e digno de
louvor, ó Deus, que amais os
seres humanos e sempre os assistis no
caminho da vida. Na verdade, é
bendito o vosso Filho presente no
meio de nós, quando nos reunimos
por seu amor. Como outrora
aos discípulos, ele nos revela as
Escrituras e parte o pão para nós.
O VOSSO FILHO PERMANEÇA ENTRE NÓS!
Nós vos suplicamos, Pai de bondade,
que envieis o vosso Espírito Santo
para santificar estes dons do
pão e do vinho, a fim de que se
tornem para nós o Corpo e o Sangue
de nosso Senhor Jesus Cristo.
MANDAI O VOSSO ESPÍRITO SANTO!
Na véspera de sua paixão, durante a
última ceia, ele tomou o pão, deu
graças e o partiu e deu a seus
discípulos, dizendo:
"TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU
CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS".
Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele,
tomando o cálice em suas mãos, vos deu
graças novamente e o entregou a
seus discípulos dizendo:
"TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE
DO MEU SANGUE, O SANGUE DA
NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ
DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS
PARA A REMISSÃO DOS PECADOS.
FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM".
Eis o mistério da fé!
Celebrando, pois, ó Pai Santo, a
memória de Cristo, vosso Filho, nosso
Salvador, que pela paixão e
morte de cruz fizestes entrar na
glória da ressurreição e
colocastes à vossa direita,
anunciamos a obra do vosso amor até
que ele venha e vos oferecemos
o pão da vida e o cálice da bênção.
Olhai com bondade para a oferta da
vossa Igreja. Nela vos apresentamos
o sacrifício pascal de
Cristo que vos foi entregue.
E concedei que, pela força do
Espírito do vosso amor, sejamos
contados, agora e por toda a
eternidade, entre os membros do
vosso Filho, cujo Corpo e Sangue comungamos.
ACEITAI, Ó SENHOR, A NOSSA OFERTA!
Fortalecei, Senhor, na unidade os
convidados a participar da vossa mesa.
Em comunhão com o nosso Papa
N. e o nosso Bispo N.,
com todos os Bispos, presbíteros, diácono
s e com todo o vosso povo,
possamos irradiar confiança e
alegria e caminhar com fé e
esperança pelas estradas da vida.
TORNAI VIVA NOSSA FÉ, NOSSA ESPERANÇA!
Lembrai-vos dos vossos irmãos e irmãs
(N.N.), que adormeceram na paz do
vosso Cristo, e de todos os
falecidos, cuja fé só vós
conhecestes: acolhei-os na luz da
vossa face e concedei-lhes, no dia
da ressurreição a plenitude da vida.
CONCEDEI-LHES, Ó SENHOR, A LUZ ETERNA!
Concedei-nos ainda, no fim da nossa
peregrinação terrestre, chegarmos
todos à morada eterna, onde
viveremos para sempre convosco.
E em comunhão com a bem-aventurada
Virgem Maria, com os Apóstolos e
Mártires, (com S.N.: Santo do dia ou patrono)
e todos os santos, vos
louvaremos e glorificaremos por
Jesus Cristo, vosso Filho.
Por Cristo, com Cristo...

Categories:

Leave a Reply