Oscar Wilde já bem disse que: “Viver é a coisa mais rara do mundo. a maioria das pessoas apenas existe.” Só se vive uma vez…portanto, aproveite bem a vida!
É fundamental humano, que se tenha sentido da própria vida. E fundamental também é fazer com que sentimentos menores e sem importância desapareça de sua história. Quando se consegue essa dádiva, o ser humano vai se abrindo para uma vida nova, e uma vida plena, pois com sentido definido, alcançamos a tão almejada PAZ.
Mas, qual o sentido de nossas vidas? Seria único? Cada um possui o seu? Ou mais ainda, cada um ESCOLHE seu sentido vital?
Para um cristão, o sentido de vida é a salvação. Salvação essa que nos remete a escolher bons caminhos, escolher pessoas ditas adequadas para se conviver, escolher, escolher e escolher. Mas, como escolher? Qual será esse parâmetro de escolha? E nesse contexto de eterna busca, esquecemos de viver. E quando deixamos de viver, deixamos de sentir a tão sonhada felicidade e tão permanentemente perseguida por todos nós...
Jamais pode-se esquecer que somos seres conscientes, únicos, irrepetíveis, afetivos e sensíveis, e essas características juntas nos tornam irmãos, irmãos em Cristo, que é o grande sentido que tanto buscamos. A resposta de todos os nossos questionamentos está Nele, que nos orienta, nos guia e nos faz um.
Se o Cristo hoje dá sentido à sua vida, eu te desafio a ser feliz agora. Pois quem a Ele segue, não teme a alegria nem ao novo. Apenas se vive. E vive-se em abundância.
Priscila Martins

Leave a Reply