Nós seres humanos estamos passando literalmente de todos os limites. Fico extremamente bolada em ver, como estamos  com uma enorme falta de amor no coração e com um espírito excludente.
Excluímos a tudo e a todos os que não nos convém. E o que é mais triste, os próprios membros das igrejas( seja ela qual for, católica, protestante..etc)também têm muito desse espírito.
Seja porque anda diferente, usa tatuagem, tem uma maneira de ser diferente ou simplesmente por que “ Meu santo não bateu com o dele”.
Creio que nós deveríamos ser os primeiros a dar  a lição de que não importa quem esta chegando para fazer parte da casa de Deus! É nosso dever acolhê-los.
Sem essa gracinha de “Ah no meu grupo não quero fulano não! Não gosto dele!” “Ele não é de Deus porque esta longe de ter os mesmos ideais que os meus!” “Ah ele é a favor de tal linha de pensamento! Não quero ele no meu grupo”
Pô! Na boa! Pura babaquice!Todos independente de linha de pensamento, gênero, raça e idade podemos estar a serviço de Deus...
Com o perdão da palavra: Idiota é aquele que pensa ao contrario!
Pois nem Jesus Cristo excluiu aqueles que eram diferentes dele, se fosse assim nem falaria com Samaritana  e nem pediria o que beber, que é relatado no evangelho de João 4 :9,10 :
“Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).
Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.”
Pois então JOVENS CATÓLICOS, eu pergunto a vocês: Até que ponto, a cegueira da falta de compreensão e de espírito evangelizador, esta nos afetando? O que estamos fazendo caríssimos é uma evangelização de araque!Então fiquem ligados galera, para evangelizar é preciso que olhemos de verdade o outro como irmão!
Amanda Valverde

Leave a Reply